O cão tem medo de banho, o que fazer?



Se o seu cão tem medo de tomar banho, não se desespere. O Clube de Cãompo dá dicas sobre como driblar esse problema e manter o pet sempre limpinho e sem estresse

Quem tem um cão de estimação, muitas vezes se encontra em uma situação complicada: a hora que o animal precisa de cuidados pessoais, como o banho, por exemplo. Cães que não são cuidados podem ter problemas de pele e transmitir doenças, inclusive, aos seus próprios donos. O excesso de umidade, assim como a falta de tosa, por exemplo, podem ser perigosos ao bem-estar dos cachorros. Não bastasse, para dificultar ainda mais, muitas vezes o cãozinho é hiperativo, e não para na hora do banho. Confira algumas sugestões para tornar este momento mais tranquilo.

Prepare tudo. A primeira etapa antes de começar o banho é o planejamento. Separe todos itens que irá usar - shampoos, sabonetes, perfumes, toalha, secador, escova, etc. – isso vai facilitar o processo. Você não precisará parar o banho no meio para buscar algo que faltou e ele não ficará chorando no banheiro. E lembre-se de jamais deixar o cão sozinho em uma banheira ou bancada durante o banho, para evitar acidentes. 

Reduza o estresse dele. Em seguida, antes de levar o animal para o local do banho e iniciar a higienização, assegure-se de que seu melhor amigo está tranquilo e calmo. Para isso, tente brincar com ele em tom descontraído e dispondo de seus brinquedos favoritos para deixá-lo mais à vontade.

Seja rápido e eficiente. Geralmente, nenhum cachorro é adepto ao banho, por isso, para aqueles mais medrosos e agitados, o processo deve ser rápido e eficiente, para que ele não fique estressado. Assim, comece lavando sempre do pescoço para baixo - a cabeça deve ser lavada por último e com muito cuidado.

Só deles! Use shampoos e produtos especiais para cães, que não contém cheiro forte e desagradável que incomoda o animal.

Torne a experiência positiva. Ao final do banho, enxágue e seque bem o cãozinho. Depois, dê a ele uma recompensa, independentemente de como se comportou durante o processo, isso vai ajudar o cão a associar o procedimento com algo positivo: suas guloseimas prediletas.

Um comentário: